Header

Abertas propostas de preços para a Ponte de Guaratuba

O Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná, DER, abriu nesta segunda-feira os envelopes com as propostas de preços para elaboração do Estudo de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental da construção da Ponte de Guaratuba, no Litoral. O teto para a execução dos serviços era de 919 mil e 900 reais e o maior desconto foi de 25%.

Duas empresas participam do processo: a ECR, de São Paulo, que propôs 689 mil e 800 reais, e a Engemin, de Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, que apresentou o valor de 832 mil e 800 reais. O DER-PR planeja anunciar a vencedora até o final deste mês. Esta licitação não se baseia no critério de menor preço. Conforme o edital, o resultado final vai levar em consideração tanto a nota técnica quanto o preço. De acordo com o secretário de Infraestrutura e Logística, José Richa Filho, o Governo do Estado está deixando um grande legado ao lançar esses estudos.

OUÇA:

A partir da publicação do resultado final no Diário Oficial, é aberto um prazo de cinco dias úteis para recursos administrativos, conforme prevê a Lei de Licitações e Contratos. Na sequência, acontece a fase de habilitação. Se a documentação da primeira colocada estiver de acordo com todas as exigências do edital, será declarada vencedora.

O principal objetivo da construção da ponte entre a Praia de Caieiras, em Matinhos, e a Prainha, em Guaratuba, é agilizar o trânsito. Na temporada de verão, 430 mil veículos utilizam o ferryboat para a travessia. O edital prevê uma ponte com aproximadamente 800 metros de extensão e acessos, estimados em 2 mil metros. A ganhadora vai ter 270 dias para realizar estudos – ambientais, de tráfego, de traçado, de engenharia da obra de arte especial e socioeconômicos – e apresentar alternativas para a obra com o custo versus benefício.

Informações: ANP

1