Header

Anderson Silva quer lutar com o ex-campeão mundial de boxe Roy Jones Jr.

Será que essa luta sai do papel?

Suspenso preventivamente do UFC após mais um caso de doping, Anderson Silva quer continuar a lutar, mas agora em outro esporte.

Em sua conta no Instagram, o ex-campeão peso-médio (até 84 kg) respondeu ao recente desafio do ex-campeão mundial de boxe Roy Jones Jr. para um duelo na nobre arte.

Em entrevista nessa semana , reproduzida na rede social do Spider (veja abaixo) –, o americano de 48 anos resgatou o assunto.

A luta é especulada desde 2008, mas nunca ficou perto de se tornar realidade. Silva, seis anos mais novo do que Roy, disse que enfrentar o americano sempre foi seu “grande sonho”.

“Ok, Roy. Isso é tudo que eu queria por anos, muito antes de tudo isso acontecer. Vai ser um prazer pisar no ringue contigo. Tenho grande respeito e admiração por tudo que você fez no boxe e todo mundo sabe que esse sempre foi meu grande sonho. Vamos fazer esse evento acontecer. Acho que temos esse direito, de fato é algo que ambos, você e eu, queremos fazer. Então, vamos fazer acontecer, Mr. Roy”, escreveu Anderson, que poder pegar até quatro anos de suspensão do UFC caso seja declarado culpado.

De acordo com Jones, as tratativas para o desafio começaram em 2008, muito antes de Floyd Mayweather e Conor McGregor sonharem com o evento milionário de agosto.

“Estamos tentando por anos e eles [UFC] não o liberaram para lutar comigo… Eu e ele [Anderson] poderíamos ter feito isso há muito tempo e estávamos no auge de nossas carreiras quando começamos a falar sobre isso. Então por que ele ainda não nos deixam lutar agora, não sei”, comentou o pugilista aposentado.

1