Header

BARCARENA NÃO VAI VIRAR SAMARCO, ADVERTE TEMER SOBRE POLUIÇÃO NA AMAZÔNIA

“Não vamos permitir que isso vire outra Samarco”, advertiu o presidente Michel Temer ao ser informado de que a mineradora Norsk Hydro, da qual o governo da Noruega detém 43,8% das ações, ainda não informou como pretende solucionar o problema causado pelo vazamento de resíduos altamente tóxicos, como chumbo, em mina de bauxita para produzir alumínio no município paraense de Barcarena, coração da Amazônia. O governo avalia novas sanções contra a Norsk.

Distribuir água potável à população é uma medida meramente paliativa, segundo o Planalto. Os noruegueses devem limpar o que sujaram.

Desde o vazamento criminoso, que originou a interdição, a mineradora se limita a tentar contestar os laudos sobre o derramamento de rejeitos.

A poluição criminosa desmascarou o caráter “ambientalista” da Noruega, apesar da matança de baleias que promove anualmente.

1