Header

Busca por qualificação na área portuária cresce 76% em Paranaguá

O crescimento da atividade portuária e a contribuição do setor para a geração de empregos têm feito a procura por formação profissional na área aumentar em Paranaguá. Isso é o que mostra um levantamento feito pela Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa) e divulgado nesta semana, na qual é comemorado o Dia do Portuário (28 de janeiro).

A pesquisa aponta que o número de inscritos para ingresso no curso de Técnico em Portos aumentou 76% no ano de 2018, na comparação com o mesmo período do ano passado. No total, 520 pessoas se inscreveram para ingressar ao curso no início deste ano, contra 400 em 2017.

Anualmente, o Colégio Estadual Alberto Gomes Veiga, em Paranaguá, oferta 135 vagas para o curso da área portuária. São duas turmas de 45 vagas no começo do ano e outra turma de 45 alunos no meio do ano. As vagas são destinadas a alunos que já concluíram o ensino médio e também para os que acabam de ingressar ao ensino médio.

“Os alunos que procuram pelo curso entendem a importância de se capacitar nessa área, que é a principal do nosso município”, diz a diretora Cristiane Zanini, responsável pelo Colégio Estadual Alberto Gomes Veiga. De acordo com a instituição, o curso de Técnico em Portos inclui disciplinas teóricas e práticas. “Preparamos os alunos para atuar em vários segmentos da atividade portuária, inclusive em nichos de negócios que surgem por causa do porto”, explicou a diretora.

Há 48 anos trabalhando como portuário no Porto de Paranaguá, o engenheiro Kozo Kawata é inspiração para aqueles que estão começando na carreira. “Tive a felicidade de testemunhar e participar, mesmo que modestamente, de muitas das transformações que ocorreram aqui e que contribuíram para que atualmente o porto tenha esse excelente desempenho. Em 1970 o volume anual de cargas movimentadas era de 2,7 milhões de toneladas. Agora, batemos a marca de 50 milhões. Uma comprovação de que essa atividade é de extrema importância para a cidade, para o estado e para o país”, afirmou.

Cleomar Diesel

1