Header

Carro é esmagado e família escapa por milagre, em grave acidente na BR-277

Eu sempre acreditei em números e, dessa vez, eu não posso acreditar que isso é algo normal, nós vivemos um verdadeiro milagre”. Essa é parte do relato do engenheiro eletrônico Fabiano Falvo, de 40 anos. Ele, sua esposa, os dois filhos, de 9 e 13 anos, e uma sobrinha, de apenas três anos, sofreram um grave acidente na última sexta-feira (9), na BR-277, sentido litoral do Paraná. O veículo Freemont, em que estavam, ficou completamente destruído. Os cinco ficaram presos nas ferragens e por incrível que pareça, todos tiveram apenas ferimentos leves.

A família saiu por volta das 21h30, rumo a Matinhos, no litoral do Paraná, onde pretendiam passar o final de semana. O caminho, que costuma ser feito por eles com frequência, parecia o mesmo. Fabiano conta que seguia pela rodovia quando viu um caminhão freando bruscamente em sua frente. “Nesse momento eu freei também, mas acabei atingindo por outra carreta na parte de trás e inevitavelmente fomos prensados entre dois caminhões”, relembrou.

A colisão aconteceu perto das 22h30. Fabiano foi o primeiro a se comunicar dentro do carro e tentava conversar com todos, para saber se estavam bem. A única que não respondia, era a pequena sobrinha Eloisa, de três anos.

“Minha filha chorava muito e meu filho me ajudou dentro do carro. Ele as acalmava junto comigo e essa foi uma forma de reduzir o desespero. A minha esposa sofria muito para respirar e estava presa entre as ferragens. A única que não tinha reação era a minha sobrinha Eloisa. Em alguns momentos eu via que ela abria os olhinhos, mas sem nenhuma comunicação. Nesse momento eu achei que nós iriamos perde-la”, contou.

Depois de 30 minutos, Fabiano foi o primeiro a ser retirado. O resgate todo durou cerca de 2 horas por conta do estado em que o carro ficou. Quando o engenheiro saiu, não conseguia entender como todos estavam vivos. A pequena Eloisa foi retirada alguns minutos depois e bastou a movimentação para ela chorar e mostrar que estava tudo bem com ela. Segundo a mãe da pequena Elô, irmã da esposa de Fabiano, ela sempre finge que está dormindo quando está com medo. “Por que não me contaram isso antes?”, brincou o engenheiro, que por alguns minutos pensou que tinha perdido a sobrinha.

A única que teve ferimentos um pouco mais graves foi a esposa Fabiane Falvo, de 40 anos. Ela deslocou o cotovelo e teve um ferimento profundo na testa. Apesar do susto, todos passaram por exames e domingo à tarde já estavam em casa. Mas é claro que não podia faltar uma foto de todos bem, né? A foto da família foi postada no Facebook no último domingo.

“Com alguns arranhões e certeza que um milagre aconteceu em nossas vidas. Não viramos estatísticas de acidentes, mas, sim, de milagre de um Deus vivo”. Essa é parte da legenda da publicação que rapidamente viralizou.

1