Header

Médico que teve cérebro perfurado por estaca não está mais entubado

 

O ginecologista e obstetra Maurílio Palhares, 36 anos, que teve o cérebro perfurado por uma estaca metalica enquanto caminhava pela Ilha do Mel, em Paranaguá, não está mais entubado.

Segundo amigos da família, ele já está conseguindo falar algumas palavras. Pela gravidade do acidente, é possível considerar um milagre. Família, conhecidos e pacientes comemoraram a notícia. O último parto realizado pela vítima foi no dia 27 de dezembro, cinco dias antes de sofrer o acidente.

Acidente

Palhares caminhava quando acabou tropeçando em uma corda. Na queda, ele teve o crânio perfurado por uma estaca metálica, que prendia uma tenda no chão e ficou projetada para fora da areia. Ele foi encaminhado para o Hospital Regional de Paranaguá, mas devido aos graves ferimentos foi transferido para Curitiba.

Cleomar Diesel c/ assessoria

0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1