Header

Paraná chega a 340 casos de dengue, aponta relatório da Secretaria de Saúde

Paraná chegou a 340 casos de dengue no acumulado do período epidemiológico, que começou em agosto de 2017, segundo o relatório da Secretaria Estadual de Saúde (Sesa) divulgado na terça-feira (2). Também foram registrados 8,6 mil casos suspeitos.

Entre 19 de dezembro de 2017 e esta terça foram 35 novos casos de dengue no estado e outras 507 notificações da doença.

No novo boletim, Maringá, na região norte, teve a confirmação de mais três pacientes com dengue e acumula 127 ocorrências. É o município com o maior número de casos, seguido por Foz do Iguaçu, com 31 pacientes – mesmo número do relatório anterior – e Cambé, com 19 confirmações, quatro a mais que no boletim epidemiológico de 19 de dezembro.

Os municípios com maior número de casos suspeitos notificados são Londrina (1.524), Maringá (1.148) e Foz do Iguaçu (700).

Até esta terça, 53 municípios paranaenses contavam com casos confirmados de dengue. Já o número de notificações da doença abrange 255 municípios. De acordo com a Sesa, do total de 8,6 mil notificações, 5,2 mil já foram descartadas.

Ainda conforme a secretaria, a incidência de dengue no estado é de 2,9 casos por 100 mil habitantes. A incidência é considerada baixa, de acordo com o índice do Ministério da Saúde, que classifica como alta incidência quando o número de casos é superior a 100 para cada grupo de 100 mil habitantes.

Segundo o relatório, duas cidades contam com incidência alta da dengue: Tamboara, no norte do estado, com nove pacientes positivos para o vírus da dengue – incidência de 180 casos por 100 mil habitantes –, e Itaipulândia, com 14 confirmações – 117 casos por 100 mil habitantes.

1