Header

Polícia acha fábrica clandestina de palmito no Litoral

 

Após uma denúncia, policiais militares do Batalhão de Polícia Ambiental Força Verde (BPAmb-FV) que atuam na operação Verão apreenderam 118 vidros de palmito em conserva e localizaram uma fabriqueta clandestina. A ação aconteceu na tarde de quarta-feira (10) no Litoral do estado, sendo um homem encaminhado.

Os policiais receberam uma denúncia anônima, por volta das 18h45, de que uma pessoa usaria um veículo Celta, de cor vermelha, para fazer o transporte de palmitos clandestinos em conserva. O condutor sairia da localidade do rodeio e seguiria até uma residência no centro da cidade de Morretes.

A PM iniciou diligências na região e avistou o carro denunciado, porém o motorista não obedeceu a ordem de parada e fugiu. Os militares estaduais iniciaram um acompanhamento tático até a Rua Antônio Vieira dos Santos onde foi efetuada a abordagem. No porta-malas do automóvel foram encontrados 103 vidros de palmito juçara (euterpe edulis) de 300 gramas cada.

O homem teria contado para os policiais o local onde ficava a fabriqueta clandestina, sendo deslocado até o endereço. Lá foi encontrado um barraco feito de galhos e coberto por plástico, no interior do qual foram apreendidos mais 15 vidros de palmito cheios e 31 vazios, além de medidor para corte, facão e ácido cítrico.

O envolvido e todo o material apreendido foram encaminhados ao Posto Ambiental para que as medidas cabíveis fossem tomadas. De acordo com informações da polícia, o homem não possuía Carteira Nacional de Habilitação. Um Termo Circunstanciado de Infração Penal foi lavrado e os palmitos entregues para análise da Vigilância Sanitária.

Cleomar Diesel

1