Header

Porto de Paranaguá incentiva turismo comunitário no Litoral

 

Acompanhar o nascer do sol embarcado na baía de Paranaguá, tomar o café caiçara na ilha de Piaçaguera, almoçar o famoso siri de São Miguel e curtir o final de tarde na Ilha do Mel: o turismo comunitário é uma tendência e no Litoral do Paraná a atividade é incentivada pela Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa) e pela comunidade portuária.

Hoje, o Porto de Paranaguá e as empresas que operam nele têm projetos diversos na difusão da atividade turística local. Desde obras para reconstrução dos trapiches que dão acesso às 11 comunidades ilhadas da Baía de Paranaguá, até orientação às famílias com práticas que podem impulsionar o turismo local.

A ação, além de ajudar a promover uma fonte de renda para os moradores da região, profissionaliza a recepção aos turistas.

Segundo relatório do Ministério do Turismo, os programas de incentivo das redes comunitárias de visitação podem até dobrar a renda das famílias locais, já que a atividade de recepção de turistas pode ser feita simultaneamente aos trabalhos tradicionais.

ATIVIDADES – Com o trabalho da Rede Caiçara de Turismo, por exemplo, visitantes do Litoral têm acesso a uma grade de atividades que as comunidades de Eufrasina, Ilha dos Valadares, Piaçaguera, Ponta do Ubá e São Miguel, por exemplo, têm à disposição. Desde prática de caiaque e passeio ciclístico pelas comunidades até um fim de semana acampando em uma das ilhas.

O Terminal de Contêineres de Paranaguá (TCP) é uma das empresas que promove a atividade, com orientações às comunidades e facilitando o contato delas com os turistas.

Cleomar Diesel c/APA

 

1