Header

Universidade lamenta a morte de alunos em acidente na BR-277

A Universidade para a Integração Latino-Americana (Unila) lamentou neste domingo (17) a morte de cinco estundes em um acidente na BR 277 em Céu Azul. A batida aconteceu na manhã de sábado (16). Entre os mortos, três eram alunos da instituição.

Na nota, a Unila destacou que entre os estudantes mortos, dois estavam matriculados em cursos de mestrado. As outras vítimas fatais não tinham ligação com a universidade.

Além deles, o acidente deixou outras quatro pessoas feridas. Uma era a estudante uruguaia Besna Yacovenco, já formada em ciência política e que estudava no mestrado de integração contemporânea da América Latina, na Unila. O outro era Bruno Costa Sicuro de Moraes, que estava se preparando para prestar concurso para ser professor na Unila, na área de saúde.

Ainda de acordo com a universidade, os feridos seguem internados no Hospital Universitário de Cascavel, no oeste do Paraná. Eles não correm o risco de morrer. A Unila afirma que está prestando o apoio necessário às famílias das vítimas.

Por fim, a Unila informou que fará uma vigília em homenagem aos estudantes, neste domingo, a partir das 20h, no Bosque Guarani, em Foz do Iguaçu, também no oeste paranaense. A reitoria da universidade decretou luto oficial de três dias, a partir de segunda-feira (18).

O acidente

A batida que vitimou os cinco estudantes aconteceu em um trecho de pista simples da BR-277. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), as vítimas estavam em uma kombi, que saiu de Foz do Iguaçu e ia para o Rio de Janeiro.

A PRF informou que o motorista da kombi tentou ultrapassar um caminhão em um local que é permitido, mas acabou batendo de frente com uma caminhonete que seguia no sentido contrário. Os dois ocupantes da caminhonete também sofreram ferimentos graves.

A batida entre os dois veículos também causou um engavetamento, envolvendo quatro carros. Também não houve feridos no segundo acidente.

1