Início Esportes Atlético inicia disputa da final da Sul-Americana contra o Junior Barranquilla

Atlético inicia disputa da final da Sul-Americana contra o Junior Barranquilla

23

hegou o grande dia. Talvez desde julho de 2005, quando perdeu a final da Libertadores da América para o São Paulo, o Atléticonão tem um jogo tão importante pela frente como o desta quarta-feira (5), diante do Junior Barranquilla, às 22h45 (de Brasília), no Estádio Roberto Meléndez, na Colômbia. Serão os primeiros 90 dos 180 minutos que separam o Furacão da sua primeira conquista internacional e que pode, de fato, mudar o patamar do clube no cenário sul-americano e mundial.

“É a oportunidade que o Atlético tem para conseguir uma grande conquista internacional, de colocar onde o Atlético realmente merece. Deu na trave na Libertadores, é campeão brasileiro, tem muita história, tem torcida, estrutura. É o passo que falta para se consolidar em um nível maior”, cravou o técnico Tiago Nunes.

Quem viu o Atlético jogar até junho, quando o técnico Fernando Diniz foi demitido, jamais pensaria que chegaria nos últimos dias de 2018 com chances reais de garantir o título da Copa Sul-Americana. Muito graças ao trabalho do técnico Tiago Nunes, que deu uma reviravolta no ano do Furacão, ameaçado de rebaixamento, e agora pode garantir o título do torneio internacional. Emoção que o comandante rubro-negro não consegue esconder.

O momento é ótimo. O clima entre jogadores e comissão técnica não poderia ser melhor. Mas do outro lado está o Junior Barranquilla. Sensação do futebol colombiano nos últimos anos, o time comandado pelo técnico uruguaio Julio Comesaña também tem a mesma ambição do Furacão e deve impor dificuldades à equipe rubro-negra.

“É um time que temos estudado muito. Avaliamos todos os jogos, do campeonato colombiano também. É um time que não chega por acaso, tem seus méritos. Foi à semifinal do ano passado, tem gana de vencer a competição. Jogadores de muita velocidade e de muita qualidade. Um time que gosta de ter a bola e atua de forma agressiva na marcação. Joga muito em função da torcida. Temos que ter maturidade para jogar o primeiro jogo. É uma disputa de 180 minutos, é o primeiro tempo e vamos estar levando a decisão para a nossa casa”, reforçou Nunes.

Ainda mantendo mistério quanto a escalação, o técnico Tiago Nunes mantém apenas uma dúvida para colocar o Atlético em campo para a primeira partida decisiva da Copa Sul-Americana. No setor de contenção, os volantes Wellington e Bruno Guimarães disputam a titularidade para atuar ao lado de Lucho González e Raphael Veiga no meio de campo rubro-negro.

Se optar por um time mais resguardado na defesa, o treinador deverá optar pela entrada de Wellington. No entanto, o volante Bruno Guimarães vive uma grande fase. O restante do time deve ser o mesmo que tem atuado nas últimas partidas da Copa Sul-Americana. Mas independentemente de quem vai entrar em campo, Tiago Nunes prega respeito ao adversário.

“A gente tratou sempre jogo a jogo, sempre com muito respeito aos adversários. Sabemos das nossas limitações. Isso é importante, reconhecer nossas limitações. Sabemos que temos potencial e que merecemos chegar à final. Vamos aproveitar, dar o máximo porque a gente merece um bom resultado”, arrematou.

Fonte: Tribuna do Paraná.