Início Esportes Atlhetico faz 8 a 2 no campeão do primeiro turno do Paranaense

Atlhetico faz 8 a 2 no campeão do primeiro turno do Paranaense

171

O Athletico estreou com uma vitória gigantesca na Taça Dirceu Krüger, o segundo turno do Campeonato Paranaense. Na tarde deste domingo (10), o time derrotou o Toledo por 8 a 2, na Arena da Baixada. Quando o sétimo gol saiu, a torcida atleticana começou a gritar “virou passeeeeio”, em uma referência a uma frase do narrador Galvão Bueno no famigerado 7 a 1 que a Alemanha aplicou na seleção brasileira na Copa de 2014.

Para o Athletico, o resultado ganhou moral porque o Toledo havia conquistado a Taça Barcímio Sicupira (o primeiro turno do Estadual) e estava invicto na competição. Além disso, só havia sofrido dois gols em cinco partidas fora de casa na competição – incluindo um na decisão do turno, no empate em 1 a 1 com o Coritiba, no Couto Pereira; posteriormente, o Toledo levou a Taça ao vencer nos pênaltis.

Na Taça Dirceu Krüger, os times se enfrentam dentro dos grupos. Os dois primeiros colocados disputam a semifinal. Os dois vencedores fazem a final. E quem ganhar essa final decide o título estadual contra o Toledo, campeão da Taça Barcímio Sicupira.

Com a vitória e o placar elástico deste domingo, o Athletico lidera o grupo A da Taça Dirceu Krüger, com 3 pontos. O Toledo está em último. Depois dessa primeira rodada, cada time ainda terá quatro partidas pela frente.

TÉCNICO

No Estadual, o Athletico utiliza o time de aspirantes, sob o comando do técnico Rafael Guanaes. Até este domingo, tanto o time quanto o treinador somavam duas vitórias, dois empates e duas derrotas. E havia feito apenas cinco gols ao todo – quantidade menor que a do jogo deste domingo.

TABELA

No estadual, O Athletico volta a campo no próximo domingo (17), quando enfrenta o Maringá, no norte do Paraná.

Antes disso, o Furacão joga pela Libertadores. Com os principais jogadores e o técnico Tiago Nunes, o time recebe o Jorge Wilstermann (Bolívia) nesta terça-feira (12), na Arena. Na estreia, a equipe foi derrotada pelo Tolima por 1 a 0, na Colômbia. O grupo ainda tem o Boca Juniors (Argentina).

ESCALAÇÕES

No papel, o Athletico estava num 3-5-2 – contrastando com o 4-2-3-1 do time principal – e contava com o veterano zagueiro Paulo André (35 anos). “O Paulo tem representatividade no grupo, tem experiência. Para uma equipe jovem como a nossa, vai trazer confiança. Isso além da qualidade de jogo dele”, disse Guanaes. O Toledo, por sua vez, tinha seis desfalques, mas contava com a estreia do lateral-esquerdo Cleiton. Ficou armado num 4-4-2.

PRIMEIRO TEMPO

O Athletico jogou um primeiro tempo alucinante, com força no meio-de-campo e muitas trocas de passes no campo ofensivo. Em 5 minutos, Marquinho aproveitou uma bola mal rebatida na área do Toledo e abriu o placar. Até os 20 minutos, o Furacão exigiu defesa do goleiro André, mandou bola na trave, teve gol anulado e ampliou o marcador aos 19, novamente com Marquinho. Depois disso, o time diminuiu o ritmo, mas manteve o domínio e chegou ao terceiro gol, com Bergson. Só depois disso o Toledo criou alguns incômodos, mas sem marcar. Até o fim da etapa, o Furacão somou 13 finalizações (5 certas e uma na trave), contra apenas 5 (4 certas) do Toledo.

SEGUNDO TEMPO

Na etapa final, o Athletico manteve o ímpeto, a boa marcação e as trocas de passes em profundidade. E não demorou a marcar: Lucas Halter fez 4 a 0, aos 8 minutos. Aos 15, Bergson marcou o quinto, ao completar cruzamento de Jáderson.

Aos 20 minutos, Guanaes fez a primeira troca: Marquinhos por Matheus Anjos. O Toledo descontou aos 25 minutos, com Julio Pacato cobrando pênalti. Um minuto depois, contudo, o time do interior perdeu Netto, que fez falta dura em Christian e acabou expulso. Em seguida à expulsão, Guanaes trocou Khellven por Bruno Rodrigues e Bergson por Gabriel Poveda. Aos 28 minutos, o Athletico marcou o sexto gol, com Matheus Anjos. Aos 35, Bruno Rodrigues fez 7 a 1, cobrando pênalti. Aos 41, Vitor Naum marcou o 8º gol. Aos 45, Jhonatan descontou.

Fonte: Bem Paraná