Início Esportes

Caso Daniel: motocicleta da família Brittes está em nome de traficante preso pela PF

A Polícia Civil do Paraná apreendeu a moto usada pelo empresário Edison Brittes Júnior, preso pelo assassinato do jogador Daniel Correa Freitas, 24 anos, em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba. A motocicleta Honda Cbr 1000Rr Repsol está em nome de outra pessoa, atualmente, presa pela Polícia Federal, pelo crime de tráfico de drogas. A polícia quer saber qual é a relação de Edison com o traficante preso. Ele, a esposa Cristiana e a filha Allana estão presos desde semana passada, acusados no envolvimento da morte do jogador de futebol.

À rádio Banda B, o delegado de São José dos Pinhais, que coordena as investigações, Amadeu Trevisan, garantiu que essas novas informações serão incluídas no inquérito, que poderá ser desmembrado do crime de homicídio. “Essa moto será para fazermos uma linha sobre a vida antecedente dele. Por que essa moto estava lá, de quem é essa motocicleta? Essa moto pode até abrir um novo inquérito policial porque está em nome de um traficante, está com ele há muito tempo, pode relacioná-lo a outro crime”