Início Segurança

Convite para hospedagem gratuita no Candeias termina em agressão

“Quando a esmola é demais, o santo desconfia”. A velha expressão popular pode ser empregada em uma situação de agressão sofrida por Fagner Gonçalves Silva, de 30 anos. O rapaz alega que recebeu socos de um representante comercial de nome Rodrigo, do Clube Candeias, na última sexta-feira (18), em uma loja localizada na Rua Roraima, no bairro Cajuru, em Curitiba. Fagner fez boletim de ocorrência no 6° Distrito Policial e passou por exame de lesão corporal no Instituto Médico Legal de Curitiba (IML). A vítima relata ainda que ficou com olho roxo e recebeu 3 pontos na orelha esquerda.

De acordo com Fagner, ele recebeu, em um posto de gasolina, um convite para se hospedar gratuitamente em hotéis da rede até o próximo dia 31 de outubro, com direito a um acompanhante. Ao entrar em contato via telefone com a Central de Atendimento, foi informado de que não havia disponibilidade nos hotéis desejados até a data limite.

Mesmo assim, foi até loja no Cajuru com o convite na mão. Ao receber novamente a informação de que não havia disponibilidade para os dias pretendidos, Fagner pediu ao representante que tirasse o seu nome e dados do registro da concessionária de vendas. Neste momento, teria ocorrido um desentendimento entre os dois e o representante teria rasgado o papel com os dados de Fagner. Na sequência, a vítima afirma que Rodrigo teria partido para cima dele e agredido com um soco. Ao cair, bateu a cabeça em um vaso que teria provocado o ferimento na orelha. Mesmo caído, mais dois socos teriam acertado Fagner.

Convite teria sido entregue em posto de combustíveis. Foto: Arquivo pessoal
Convite teria sido entregue em posto de combustíveis. Foto: Arquivo pessoal

O advogado que defende Fagner, Igor José Ogar, pretende entrar com processos em várias instâncias. “Lesão corporal, eventual estelionato, publicidade enganosa e práticas abusivas ao consumidor. Além da reparação civil que teve por todos os problemas que ocasionou a agressão”, explicou o advogado.

Em nota enviada, o Clube Candeias informa que foram feitas duas tratativas com Fagner. Na primeira ligação, foram disponibilizadas duas diárias na unidade Mar Azul, em Guaratuba, no litoral paranaense. A outra oferta foi para a unidade Ilhas Gregas, em Balneário Camboriú, em Santa Catarina. Neste caso, ficou pendente a confirmação do número do convite. Por fim, o clube lamenta o suposto episódio de agressão ocorrido repudiando qualquer forma de violência. Além disto, o Candeias se coloca à disposição de autoridades para apurar os fatos narrados por Fagner.