Início Esportes Coritiba arranca empate contra o Operário e vai às semifinais da Taça...

Coritiba arranca empate contra o Operário e vai às semifinais da Taça Barcímio Sicupira

54

O Coritiba estreou atacante, saiu na frente, sofreu a virada e acabou conseguindo empatar com o Operário em 2 a 2, em Ponta Grossa, na tarde deste domingo (10). A partida era válida pela 6ª e última rodada da Taça Barcímio Sicupira, o primeiro turno do Campeonato Paranaense. Apesar disso, conseguiu se classificar para a semifinal.

Na Taça Barcímio Sicupira, os times do grupo B – o do Coritiba – jogam contra as equipes do grupo A – o do Operário. Os dois primeiros de cada grupo disputam as semifinais. Os dois times do grupo A se enfrentam em partida única, bem como os dois classificados do grupo B. O vencedor de cada jogo vai à final da Taça.

Com o empate, o Coritiba ficou com 10 pontos no grupo B, atrás do FC Cascavel, que terminou a fase com 11 pontos. Ambos vão duelar na semifinal. Com pior campanha que o Cascavel, o time da capital será o visitante. O Operário, por sua vez, ficou no segundo lugar do grupo A, com 9 pontos, atrás do Toledo (10) e à frente do Maringá (9) no saldo de gols.

TABELA

A semifinal contra o FC Cascavel está marcada para o próximo fim de semana. A data e o horário ainda serão definidos pela Federação Paranaense de Futebol (FPF).

Na Taça Dirceu Krüger, o segundo turno do Estadual, as equipes duelam dentro dos próprios grupos. O Coritiba estreia no dia 10 de março, diante do Cianorte, no estádio Albino Turbay.

COPA DO BRASIL

Antes das semifinais, o Coritiba vai estrear pela Copa do Brasil, diante do URT, em Patos de Minas (MG), na próxima quinta-feira (14). Pelo regulamento da competição, se o time paranaense vencer ou empatar, avança à segunda fase.

HOMENAGEM

Antes da partida, os dois times prestaram homenagens às vítimas do incêndio no CT do Flamengo – 10 jovens morreram e três ficaram feridos – e também ao ex-goleiro coxa-branca Jairo, que morreu na última quarta-feira (6). O goleiro Wilson, do Coritiba, usou uma camisa de número 46, em referência ao ano de nascimento de Jairo.

TÉCNICO

O técnico Argel Fucks comadou o Coritiba pela 17ª vez desde que chegou. Nos 15 jogos anteriores, ele somou seis vitórias, sete empates e três derrotas pelo clube.

ESCALAÇÃO

Argel podia contar com o volante João Vítor, que retornou de suspensão. E ainda com Rodrigão, atacante recém-contratado, que fazia sua estreia. O treinador armou a equipe num 4-4-2, com João Vítor e Vítor Carvalho de volantes, Kady na meia-ponta-direita, Giovanni na meia mais pelo lado esquerdo, Rodrigão de pivô e Iago Dias na ponta-esquerda.

PRIMEIRO TEMPO

No começo, o Coritiba procurou fazer marcação mais avançada. E deu-se bem. Nos primeiros 10 minutos, Iago Dias conseguiu dois bons lances pela esquerda e deu para Rodrigão finalizar. Na primeira, o goleiro Simão pegou. Na segunda, Rodrigão finalizou a dois metros do gol, sem goleiro, e marcou 1 a 0. O Operário tinha como principal jogada os cruzamentos pela esquerda, com Allan Vieira, e ele fez o passe para Chicão empatar, aos 36 minutos – exatamente quando o lateral coxa-branca Sávio era atendido fora de campo. Sávio nem voltou; Geovane entrou em seu lugar logo após o gol. No fim da etapa, Wilson falhou e o Operário só não ampliou porque Rafinha, sem goleiro, acertou a trave. Mas, aos 52 minutos, Schumacher fez 2 a 1 para o time da casa.

SEGUNDO TEMPO

Na etapa final, Argel trocou Kady por Nathan e deixou o time num 4-3-3. O Coritiba empatou aos 9 minutos, com Sabino, após uma falta cobrada para a área. A partir daí, o jogo ficou mais tenso, até porque levar um gol poderia significar a eliminação de qualquer um dos dois lados. Os coxas-brancas criaram mais chances que o adversário – foram 11 finalizações (4 certas) contra 6 (2 certas e uma na trave) em toda a partida. Mas não adiantou: a partida terminou empatada.

OPERÁRIO 2 x 2 CORITIBA
Operário: Simão; Danilo Baia, Alisson, Juan Sosa e Allan Vieira (Peixoto); Chicão, Pedrinho (Lucas Batatinha), Índio e Rafinha (Xuxa); Dione e Schumacher. Técnico: Gerson Gusmão
Coritiba: Wilson; Sávio (Geovane), Alan Costa, Sabino e Fabiano; João Vitor, Vitor Carvalho, Kady (Nathan) e Giovanni (Juan Alano); Iago Dias e Rodrigão. Técnico: Argel Fucks
Gols: Rodrigão (10-1º), Chicão (36-2º), Schumacher (52-1º), Sabino (9-2º)
Cartões amarelos: Dione, Giovanni, Juan Sosa, Chicão, Alisson, Rafinha, Fabiano, Alan Costa
Árbitro: Adriano Milczviski
Local: Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa, domingo

Confira a festa da torcida do Operário:

Fonte: Bem Paraná