Início Esportes Coxa vence o Cascavel no Couto e encerra ‘trauma caseiro’

Coxa vence o Cascavel no Couto e encerra ‘trauma caseiro’

93

Foram necessárias cinco partidas. Mas neste domingo, dia 17 de março, o Coritiba finalmente conseguiu sua primeira vitória dentro de casa na temporada 2019. Jogando contra o organizado time do FC Cascavel de Paulo Foiani, a equipe comandada por Umberto Louzer foi muito sólida na defesa e pragmática ao atacar. Criou poucas chances, mas quando chegou, aproveitou: Igor Jesus, aos 24 do 1º tempo, e Giovanni, aos 14 do 2º, construíram a segura vitória coxa-branca por 2 a 0.

Com o resultado, o Coxa soma seis pontos em dois jogos na Taça Dirceu Kruger, o segundo turno do Campeonato Paranaense, e lidera o Grupo B. Nos quatro jogos anteriores em casa, a equipe havia conseguido apenas quatro empates (e um deles com gosto de derrota, já que o clube acabou derrotado nos pênaltis pelo Toledo na final da Taça Barcímio Sicupira). Já o Cascavel, semifinalista da Taça Barcímio Sicupira (foi eliminado pelo Coritiba nos pênaltis), segue sem pontuar na segunda metade do campeonato e é o lanterna do mesmo grupo.

Na próxima rodada, na quarta-feira, ás 20 horas, o Coritiba enfrenta o Cascavel CR no Olímpico Regional. Já o FC Cascavel volta a campo na quinta, às 20 horas, para jogar contra o Rio Branco, também no Olímpico Regional.

ESCALAÇÕES

Sem Felipe Mattioni, que sofreu um trauma no pé, e o atacante Rodrigão, artilheiro da equipe com cinco gols em cinco jogos, mas que deixou o treino de sábado com dores no joelho, Umberto Louzer promoveu as entradas do volante Vitor Carvalho e do jovem atacante Igor Jesus. João Vítor, volante de origem, foi deslocado para a lateral-direita.

Seguem no Departamento Médico o goleiro Wilson e o ponta Iago Dias. O lateral-direito Sávio já está recuperado de lesão, mas como ainda não está em condições físicas plenas, ficou apenas como opção no banco.

Já Paulo Foiani usa força máxima no Cascavel. Os jogadores que estavam lesionados se recuperaram e ficaram à disposição, mas ele optou por repetir a escalção da última rodada, quando a equipe perdeu para o Paraná por 2 a 1 na Vila Capanema.

PRIMEIRO TEMPO

Depois da lesão de Rodrigão na véspera da partida, logo no início do jogo contra o Cascavel mais um problema físico no elenco coxa-branca: Thiago Lopes sentiu uma lesão muscular após tentar um cruzamento, com cerca de três minutos de jogo, e precisou ser substituído por Igor Paixão.

A substituição obrigou uma alteração tática, com Juan Alano passando a jogar pela esquerda e Igor Paixão pela direita. E se faltava brilho dos pontas, o armador Giovanni, que jogava centralizado, desequilibrou: aos 24 minutos, deu ótima enfiada para Igor Jesus sair livre, de frente para o gol. Com tranquilidade, o jovem atacante batel por baixo na bola e encobriu o goleiro: 1 a 0.

Pouco depois, o Coxa ainda teve mais uma boa chance com Igor Jesus, que parou na trave. Depois disso, a partida perdeu em qualidade. Apesar da vantagem, faltava mais movimentação e criatividade ao Coritiba no meio de campo. A defesa, por outro lado, estava bem postada, ao ponto de o goleiro Alex Muralha ter sido um mero espectador do jogo. Assim, o que tivemos foi um jogo de perde-e-ganha, com o Cascavel tendo mais volume, mas produzindo pouco ofensivamente.

SEGUNDO TEMPO

Para melhorar a qualidade do time do oeste do Paraná no último terço, Paulo Foiani voltou para a segun da etapa já promovendo sua primeira mudança: deixou o campo o volante Duda, entrou o meia Wagner Líbano.

A aposta deu certo e a pressão em cima do Coxa aumentou. A todo instante a bola era cruzada para a área, mas parava na muralha formada por Sabino e Alan Costa. E num contra-ataque o time da casa conseguiu o golpe fatal, aos 14 minutos: na jogada de Patrick Brey,Igor Jesus chutou, o goleiro defendeu, mas Giovanni conferiu no rebote.

Com a vitória construída, Louzer promoveu a estreia de Wanderley, ex-Flamengo, que entrou no lugar de Igor Jesus aos 23-2º. Cinco minutos depois, o centroavante quase guardou o dele. E aos 33 foi vez de Vitor Carvalho, que fazia sua 50ª partida pelo clube do Alto da Glória, quase ampliar a vantagem coxa-branca.

Já no final do jogo, aos 42 minutos, mais uma estreia no Coxa: o volante Elyeser, ex-Goiás, substituiu Matheus Bueno. O placar, porém, permaneceu inalterado até o apito final.

FICHA TÉCNICA

Coritiba 2 x 0 FC Cascavel

Coritiba: Alex Muralha; João Vitor, Alan Costa, Sabino e Patrick Brey; Vitor Carvalho e Matheus Bueno (Elyeser); Thiago Lopes (Igor Paixão), Giovanni e Juan Alano; Igor Jesus (Wanderley). Técnico: Umberto Louzer
FC Cascavel: Fernando Junior; Éverton Silva, Ítalo, Hitalo Rogério e William Simões; Duda (Wagner Líbano), Léo Bartholo, Lucas Tocantins, Oberdan (Rodolfo) e Mateuzinho (Raí); Bruno Lopes. Técnico: Paulo Foiani
Gols: Igor Jesus (24-1º), Giovanni (14-2º)
Cartões amarelos: Hitalo Rogério (FCC); Sabino, Vitor Carvalho, Giovanni (CFC)
Árbitro: Everaldo Lambert Modesto
Público: 3.274 pagante (3.496 total)
Renda: R$ 81.263,00
Local: Estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR), domingo (17 de março) às 16 horas

PRINCIPAIS LANCES

Primeiro tempo

10 – Cruzamento da direita para dentro da área do Coxa. Oberdan aprece bem colocado para o chute, mas a zaga alviverde trava na hora H.

16 – Matheus Bueno recebe com liberdade na intermediária e dá passe enfiado para Igor Paixão partir em velocidade pelo lado do campo, nas costas da defesa. Na hora de cruzar, porém, o jovem pega mal e o goleiro recupera a bola.

18 – Fernando Junior sai mal do gol e, ao tentar afastar o perigo com um soco, entrega para Patrick Brey. Livre dentro da área, o lateral chuta ao lado do gol.

24 – Gol do Coritiba! Bola metida por Giovanni para Igor Jesus. O atacante sai livre nas costas da defesa e toca por cobertura na saída do goleiro. Jogadores do Cascavel pediram impedimento.

28 – Igor Paixão toca para João Vìtor, que cruza rasteiro, na medida para o chute de Igor Jesus de dentro da área. A bola explode na trave e Fernando Junior segura na volta.

37 – Giovanni domina pela direita e cruza rasteiro. Igor Jesus se estica com um carrinho, mas não consegue alcançar a bola e completar para o gol.

Segundo tempo

4 – Cruzamento de Éverton Silva. Lucas Tocantins tenta de bicicleta e manda por cima do gol.

14 – Gol do Coritiba! Passe de Patrick Brey para Igor Jesus. Bem colocado dentro da área, o atacante chuta rasteiro e Fernando Júnior dá o rebote para Giovanni, livre dentro da área, empurrar para dentro do gol aberto.

28 – Giovanni vê a passagem de Wanderley e toca na medida. O atacante dispara da intermediária, invade a área e chuta na saída do goleiro, que consegue espalmar.

33 – Vitor Carvalho recebe na entrada da área e chuta rasteiro. Fernando Junior se estica todo e espalma. Escanteio.

Fonte: Bem Paaraná