Início Entretenimento

Equipe do ator Felipe Titto é agredida por motorista de aplicativo

Ator usou redes sociais para relatar o ocorrido.

O ator Felipe Titto usou suas redes sociais nesta quinta-feira (7) para divulgar vídeos expondo agressões sofridas por funcionárias de sua agência.

Ele fez as gravações enquanto levava uma das mulheres ao hospital. Segundo ele, uma delas foi atropelada por um motorista de aplicativo, enquanto a outra teria tomado um soco no nariz.

“As agredidas foram Elaine Melo, do comercial, e Tatiane Soares, que é a advogada do escritório, e nossa assessora de imprensa Jéssica Varrasquim. O Felipe ia dar uma palestra e, antes de começar, foi surpreendido com as meninas: uma na cadeira de rodas, outra com a cara inchada porque levou um soco. Porque um motorista maluco resolveu bater nelas. E aí, por conta da morosidade do atendimento, ele pegou o carro dele e levou elas para o Hospital São Luiz para serem socorridas”, disse a assessoria de Titto.

A assessoria conta também que o motorista é iraniano, e estava correndo com o carro e dirigindo em zigue-zague com as passageiras a bordo.

“Elas ficaram com medo e falaram ‘moço, dá para dirigir mais devagar?’. E ele falou ‘o motorista sou eu e dirijo do jeito que eu quiser’. Aí elas pediram para parar o carro que queriam descer e ele disse que não. Elas estavam com medo, mas a advogada começou a discutir com ele e ele foi pra cima delas”, disse a assessoria.

“A Jéssica, da minha assessoria de impresa, foi agredida com soco no nariz e ela quebrou o nariz. Vai ficar internada e fazer uma cirurgia amanhã. Enfim, só para vocês verem a gravidade. A Tati, que teve perna atropelada, foi só uma luxação, nada mais grave. Amanhã vamos encontrar esse cara e vou fazer questão de mostrar ele pagando pelo que ele fez”, disse o ator em vídeo.

Com ajuda do Serviço de Inteligência da Polícia – é preciso termo para quebra de sigilo – a equipe irá encontrar o motorista. “Vou fazer questão que esse cara pague. Vou atualizar vocês”, disse Titto momentos depois, também atualizado sobre o estado de saúde das vítimas.