Início Esportes

Especulado no Corinthians, Tiago Nunes coloca prazo para renovação: “Espero o Athletico até a próxima semana”

O caminho, então, estaria aberto para o atual treinador rubro-negro, caso ele opte por se mudar de Curitiba para São Paulo.

Depois da vitória do Athletico contra o CSA, no final da tarde/início da noite deste domingo (03 de novembro), o técnico Tiago Nunes comentou, em entrevista coletiva, sobre o seu futuro dentro (ou fora) do clube.

Com contrato até dezembro junto ao Furacão, o treinador revelou que espera ter uma conversa com o Furacão ainda nesta semana. Caso contrário, passará a ouvir propostas de outros clubes.

Hoje, o presidente do Conselho Deliberativo, Mario Celso Petraglia, recebeu alta do hospital em que está internado desde setembro e retornará em breve para Curitiba.

“Não conversei com o presidente (Petraglia). Tivemos uma conversa prévia com outro dirigentes, que encaminharam algumas situações, mas foi interrompido a pedido do presidente, para que ele possa tratar pessoalmente do assunto.

Eu também coloquei um prazo pra decidir. Quase não tive férias ano passado. Meu dezembro todo foi bem complicado porque foi um período onde não consegui negociação alguma em termos de continuidade para 2019.

Neste ano a condição é diferente, o que o clube e os atletas fizeram me oportunizaram estar no mercado. Espero o Athletico até a próxima semana, caso contrário vou ouvir outros clubes. Mas de toda forma estarei no Athletico até o fim do meu contrato, em 8 de dezembro”, disse o técnico atleticano, que nos últimos dois anos liderou a equipe em um título do Campeonato Paranaense (2018), da Copa Sul-Americana (2018) e da Copa do Brasil (2019), para citar apenas as taças de maior expressão.

Tiago Nunes tem sido comentado com muita força como o principal nome do Corinthians para a próxima temporada. Neste domingo, inclusive, o presidente do clube paulista, Andrés Sanchez, anunciou a demissão do técnico Fábio Carille.

O caminho, então, estaria aberto para o atual treinador rubro-negro, caso ele opte por se mudar de Curitiba para São Paulo.

Outro assunto abordado pelo treinador foi o pouco público na Arena da Baixada neste domingo: um total de 12.933 torcedores. Com a vitória por 1 a 0, gol marcado por Marcelo Cirino, o Furacão alcançou a sexta colocação na tabela do Campeonato Brasileiro.

“Eu fico triste em ver pouco público, mas ao mesmo tempo valorizo quem vem, torcedor que está sempre aí independente de quem é o adversário. Eu sei que o futebol hoje está caro e isso acaba afastando também um pouco o torcedor. Hoje, domingo, final de tarde, também têm outros eventos que o torcedor prefere. Mas estamos num momento especial do clube, conquistas importantes, e o torcedor poderia estar mais presente, mais próximo, fazendo um esforço maior para vir estar conosco”, declarou.