Início Geral

INMET emite alerta de perigo para tempestades até quarta-feira no Paraná

Ainda de acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia, também há risco de alagamentos, queda de árvores, corte de energia elétrica e estragos em plantações.

Rádio Litorânea

O estado do Paraná está em alerta para tempestades nas próximas 48 horas. De acordo com o INMET (Instituto Nacional de Meteorologia), o alerta de perigo é válido até o início da madrugada de quarta-feira (06). Conforme o instituto, as tempestades podem vir acompanhadas de granizo e vendavais.

Ainda de acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia, também há risco de alagamentos, queda de árvores, corte de energia elétrica e estragos em plantações. Estão em estado de atenção os estados da região Sul (Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul). Além disso, Mato Grosso do Sul e São Paulo também podem sentir os efeitos da massa de ar quente e instável.

O alerta de perigo (alerta laranja) do INMET é válido a partir da madrugada de terça-feira (05), mas o Simepar (Sistema Merológico do Paraná) aponta que as tempestades localizadas já começaram a ser registradas no estado. Chuvas, granizo e vendavais não estão descartados pelos próximos dias.

Conforme o Simepar, as tempestades mais fortes começaram a ser formar no Rio Grande do Sul, onde foram registradas enchentes. Há potencial para chuvas fortes em toda a região Sul e parte do Sudeste.

“Para esta terça-feira (5), a ideia é que tenhamos, sim, pancadas de chuvas bem localizadas. São tempestades de curtíssimo prazo, que se formam rapidamente, de forma pontual”, complementou Duquia.

alerta, alerta laranja, perigo, paraná, curitiba, tempestades, tempestade, chuva, chuvas, vendavais, vendaval, granizo, inmet, simepar
Reprodução/Simepar
ALERTA DE TEMPESTADES NO PARANÁ: INMET E SIMEPAR
  • Chuva entre 30 mm e 60 mm por hora
  • Chuvas acumuladas entre 50 mm e 100 mm ao dia
  • Granizo e ventos intensos de 60 km/h até 100 km/h

O QUE FAZER EM CASO DE TEMPESTADES?

  • Em caso de vendavais, evite abrigo sob árvores para não correr riscos de queda ou descargas elétricas (raios)
  • Não estacione próximo a torres de transmissão, ou placas de publicidade e outdoors, por exemplo
  • Durante as tempestades, desligue equipamentos elétricos e quadros de energia
  • Acione, em caso de emergência, a Defesa Civil (telefone 199) e Corpo de Bombeiros (telefone 193)