Início Semana Nacional do Trânsito

Motos e bicicletas estão em 9 dos 13 acidentes graves em Guaratuba

Um acidente considerado grave é quando a vítima apresenta risco de morte

O Corpo de Bombeiros de Guaratuba registrou 13 acidentes considerados graves (quando o paciente apresenta risco de morte) no ano 2019. As principais vítimas na cidade são os condutores de motos e bicicletas. Os dados foram coletados entre os dias 1º de janeiro e 13 de setembro.

O relatório mostra que 9 dos 13 acidentes considerados graves envolveram pelo menos uma moto (4) ou uma bicicleta (5).

No número total de acidentes em Guaratuba, os carros dominam no atendimento do Corpo de Bombeiros com 86. Motocicletas aparecem em segundo com 52 ocorrências, seguidos das bikes com 39.

A faixa etária que mais se envolveu em acidentes foi dos 18 aos 30 anos, com 58 ocorrências. Os acidentados entre 31 e 45 anos se envolveram em 38 situações de trânsito, além de 5 crianças.

Letícia é instrutora da Auto Escola Atlântica, em Guaratuba. Ela conta que a cidade tem uma característica diferente de outros, que é justamente o número de ciclistas circulando nas ruas. Segundo a instrutora, o correto no trânsito é o maior meio de transporte cuidar do menor.

A instrutora afirma, ainda, que o conhecimento de sala de aula é muito importante para os condutores, tanto de veículos automotores, quanto para bikes. Para ela, as pessoas devem repassar seu conhecimentos.