Início Esportes

Paraná surpreende na escalação, vence o Brasil e volta ao G4

O Paraná Clube venceu por 1 a 0 o Brasil-RS, nesta terça-feira (dia 15) à noite, na Vila Capanema, pela 29ª rodada da Série B. Com o resultado, o time paranaense ficou em 4º lugar, com 44 pontos, mas ainda pode perder posições até o final da rodada. A equipe gaúcha aparece na 11ª colocação, com 37 pontos.

Nos últimos seis jogos, o Paraná só perdeu uma vez – foi para o líder Bragantino, em Bragança Paulista. E somou três vitórias (sobre Brasil, Operário e Coritiba) e dois empates (Oeste e Ponte Preta).

Já o Brasil vinha de quatro rodadas sem derrotas, com duas vitórias e e dois empates.

FATOR CAMPO
Mais uma vez o Paraná comprovou sua força defensiva. O time só sofreu quatro gols nas 14 partidas na Vila Capanema na Série B de 2019 — é a defesa menos vazada nos jogos em casa.

Nos últimos oito jogos em casa, o Paraná somou duas vitórias e seis empates. A última derrota como mandante foi em 26 de julho, para o Sport, por 1 a 0.

ARBITRAGEM
O volante Leandro Leite, do Brasil, acertou um soco na barriga do zagueiro Rodolfo, do Paraná, aos 15 minutos do 1º tempo. A arbitragem não viu o lance, que é típico para expulsão.

DESEMPENHO
Em relação ao desempenho, o Paraná impressionou em alguns momentos do primeiro tempo, com boa movimentação do quarteto ofensivo, passes inteligentes no meio-campo e com forte “pressão pós-perda” — logo que perdia a bola, a equipe avançava e sufocava o adversário com marcação intensa. Já o Brasil adotou um futebol tosco na maior parte do jogo, abusando da violência, da força física e do chutão pra frente.

ESCALAÇÃO
As baixas no Paraná eram Vitinho, Thiago Rodrigues, Matheus Anjos e Luan, em recuperação, além de Jenison, suspenso. O técnico Matheus Costa supreendeu na escalação, com as entradas de Alesson e Jhemerson no setor ofensivo. Outra novidade foi Alisson no gol. O meia João Pedro e o ponta Raphael Alemão ficaram no banco.

ESQUEMA TÁTICO
O técnico Matheus Costa manteve o esquema tático 4-2-3-1, formando a linha de três com Bruno Rodrigues na direita, Jhemerson centralizado e Alesson na esquerda. Judivan atuou como centroavante.

PRIMEIRO TEMPO
O jogo começou com gol. Aos 48 segundos, Jhemerson cruzou da direita e Judivan cabeceou no cantinho: 1 a 0. Depois do gol, o Paraná seguiu com postura mais ofensiva, dominando o jogo e procurando ampliar o placar. O time produziu mais duas boas jogadas e não chegou ao segundo gol por pouco. O Brasil se preocupou mais em transformar a partida em uma batalha e não criou lances no ataque.

SEGUNDO TEMPO
O ritmo reduziu no segundo tempo e o Brasil também apelou menos para a violência. O Paraná seguiu dominando a partida e criando as melhores chances. Aos 20, saiu o meia Jhemerson e entrou o meia Marquinhos (ex-Tombense), que fez sua estreia pelo clube paranaense. Aos 26, troca na lateral-esquerda: Guilherme Santos saiu lesionado e entrou Juninho. Aos 32, saiu Judivan e entrou o centroavante Rafael Furtado.

ESTATÍSTICAS
Ao fim do jogo, o Paraná somou 12 finalizações (2 certas), 47% de posse de bola, 76% de acerto nos passes e 6 escanteios. O Brasil obteve 6 finalizações (2 certas), 53% de posse de bola, 74% de acerto nos passes e 4 escanteios. Os números são do site Sofascore.

PARANÁ 1×0 BRASIL-RS
Paraná: Alisson; Éder Sciola, Rodolfo, Leandro Almeida e Guilherme Santos (Juninho); Luiz Otávio e Fernando Neto; Bruno Rodrigues, Jhemerson (Marquinhos) e Alesson; Judivan (Rafael Furtado). Técnico: Matheus Costa
Brasil: Carlos Eduardo; Ednei, Bruno Aguiar, Heverton e William Formiga; Leandro Leite (Pereira) e Washington; Murilo Rangel (Cristian), Diogo Oliveira e Rodrigo Alves; Guilherme Queiroz. Técnico: Bolívar
Gol: Judivan (1-1º)
Cartões amarelos: Fernando Neto, Alesson, Jhemerson, Rafael Furtado (P). Leandro Leite, Heverton, Bruno Aguiar, Washington, Rodrigo Alves, Ednei (B).
Árbitro: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza (PB)
Público: 3.229 pagantes
Local: Vila Capanema

PRIMEIRO TEMPO
1 – Gol do Paraná. Jhemerson cruza da direita. Judivan cabeceia no cantinho.
9 – Jhemerson dá bom passe em diagonal. Guilherme Santos entra na ponta e cruza. Jhemerson cabeceia sobre o gol.
29 – Bruno Rodrigues dá passe sensacional e coloca Alesson na cara do gol. Ele chuta e o goleiro salva com a ponta da chuteira.

SEGUNDO TEMPO
8 – Guilherme Santos cruza. A bola desvia na zaga e quase entra direto.
12 – Guilherme Santos cruza. Judivan ajeita e Fernando Neto chuta. A zaga bloqueia.
17 – Diogo Oliveira chuta de fora da área. Alisson segura, quase no centro do gol.
30 – Falta de longa distância. Pereira lança para a área. Alisson sai bem e tira o perigo.

48 – Bruno Rodrigues dispara em contra-ataque e cruza na medida para Rafael Furtado, livre na área. Ele ajeita o corpo, mas chuta para longe, perdendo gol feito.