Início Geral

Populares se revoltam e fazem justiça com as próprias mãos em Matinhos

Revoltados com um assassinato, populares detiveram o autor e bateram nele até com uma pá. O fato ocorreu na tarde de sexta-feira (17) no bairro Bom Retiro, em Matinhos, no Litoral do Paraná.

De acordo com a ocorrência, a revolta das pessoas ocorreu após Milton Cesar Pereira Cabral, o “Polaco”, de 46 anos, ter assassinado com golpes de faca o ex-patrão, Ailton Reis de Oliveira, de 45. Os dois teriam se desentendido porque Milton Polaco havia sido demitido por Ailton, encarregado de uma obra próxima ao bar onde os dois se reencontraram, na Avenida Brasil.

Por volta das 16 horas, Ailton teria ido comprar algumas mercadorias, quando foi interpelado por Polaco, que investiu contra o ex-patrão e lhe desferiu vários golpes de faca.

LINCHAMENTO
Após golpear Ailton, Polaco tentou fugir, mas não conseguiu ir longe. Foi interceptado por populares próximo à ponte da Avenida Curitiba com a 7 de Setembro. Nesse momento começaram as agressões. Uma pá ensanguentada foi encontrada ao lado de Polaco, que ficou estirado na rua em estado grave.

Polaco foi levado pelo Siate ao Hospital Nossa Senhora dos Navegantes, mas, ainda na sexta-feira, pela gravidade dos ferimentos, foi transferido para o Hospital Regional do Litoral, em Paranaguá. Polaco faleceu na manhã deste sábado (18).

Com as mortes de Ailton Reis de Oliveira e Milton Cesar Pereira Cabral, Matinhos registra 18 homicídios este ano. Em todo Litoral do Paraná já foram contabilizados 98 assassinatos em 2018.