Início Saúde

Secretaria de Saúde muda maneira de agendar consultas a partir de setembro

O intuito da Secretaria é agilizar os atendimentos e atender a população rapidamente, fortalecendo o vínculo do paciente com a sua UBS.

A partir de setembro, a Secretaria da Saúde irá mudar a maneira de atendimento nas Unidades Básicas de Saúde.

O novo modo de agendamento inclui o atendimento de casos agudos não emergenciais nas UBS’s que possam ser desempenhados por enfermeiras e que não tenham a necessidade do atendimento de um médico.

Além de agilizar as consultas, diminuindo a demora de alguns atendimentos, o intuito é fortalecer o vínculo dos pacientes com as UBS’s e com os servidores, de modo que os funcionários conheçam seus pacientes e tratem as doenças de maneira mais aprofundadas e de perto.

Segundo o Secretário da Saúde Gabriel Modesto: “se um diabético vai ao Pronto Socorro, lá o médico vai baixar a glicose dele. Com esse novo modelo, queremos que o atendimento seja mais aprofundado, na UBS será diagnosticado o motivo da glicose estar alta e dito como o paciente pode evitar que ela aumente muito, será feito um tratamento continuado para que ele fique estável”.

Gabriel completa: “na UBS já é diferente [do PS], ele terá atendimento médico, de enfermeira, se precisar de uma nutricionista, de uma psicóloga, etc”.

Outra questão do aperfeiçoamento da agenda é diminuir as faltas dos pacientes nas consultas e abolir o dia do agendamento, que a partir da implementação, será dinâmico.

Para os casos de consultas com especialistas e que não demandam urgência, como no caso de um check-up geral, o agendamento não muda.

É importante ressaltar que a documentação e os horários de atendimento continuam os mesmos.